segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Censura? Eu chamo-lhe outra coisa...

Ok. A Guedes foi-se (estou a conter a minha alegria).
Rejubilemos.
Rejubilemos.
Aleluia.
Aleluia.

Manuela Moura Guedes foi calada pela Prisa, cancelando o seu jornal (viva, viva, rejubilemos). Agora passámos de um país com mau jornalismo para outro com jornalismo-um-pouco-melhor (sim, porque ainda há os "jornalistas" do Correio Da Manhã, ou do 24 horas...).
Mas, com tudo isto, aparece uma polémica de o Sócrates ter metido o nariz nisto.
SE meteu: tem o meu voto.
SE não: ver alínea acima.

Ataque à liberdade de imprensa? Nope. Eu chamo-lhe defesa dessa liberdade, porque o que a Guedes fazia não era jornalismo, e expulsá-la só fez bem à comunicação social.
Censura? Nope. Eu chamo-lhe "Oportunidade-da-oposição-atacar-sem-qualquer-tipo-de-provas-concretas-e-com-o-timing-certo". Estamos perto das eleições, logo todas as coincidências e outras coisas do género têm de ser aproveitadas para ganhar uns votos.
Se for verdade que ele meteu o nariz, talvez não devia. Mas eu ficaria feliz se tivesse sido ele.

O ponto importante de tudo isto é que a Guedes foi-se. Pode ter sido por vontade própria, suborno, chantagem, obrigação por motivos maiores... mas ela foi-se.
E volto a dizer: expulsar a Guedes não é atentado à liberdade nem é censura. É dignificar e limpar o jornalismo português.


quinta-feira, 3 de setembro de 2009

E bye bye Manuela Moura Guedes!

É verdade, demitiu-se.
Parece que o jornalismo ganhou um pouco de classe em Portugal.

Fonte:
http://ultimahora.publico.clix.pt/noticia.aspx?id=1398953&idCanal=10

sexta-feira, 7 de agosto de 2009

Bye Bye Moniz!

Já venho atrasado mas o choque foi tal que tive de ficar um tempo em reflexão.

ok, esqueci-me, mas foda-se.

E assim o terrível senhor do Império do Mal aka TVI demite-se do cargo ao cheiro de uns quantos milhões e [especulação] a possibilidade de trabalhar num sitio que não cheire a hipocrisia por todos os cantos [/especulação]. Sem o seu grande protector, presumo que a Boca Guedes já não possa comer os funcionários que trabalham na TVI, única função que vejo para aquela caverna.Mas se até hoje a TVI não se afundou na boca da MG também penso que continuará a safar-se sem o Moniz, naquilo que melhor sabe fazer, fazer programas de merda.

No moniz, no MG. Pensam vocês. Eu espero bem que o pivot das sextas-feiras à noite seja diferente, há sempre esperança.

Há, no entanto, que dizer que foi o Moniz o responsável por tornar a TVI naquilo que é hoje. Se antes era essencialmente uma TV religiosa, hoje parece cultivar os valores opostos.

De facto, escolha difícil.

Morangos com açúcar ou Leituras da Biblia?
Novelas da merda ou A Palavra do Senhor?

Mal por mal, Jesus não incentiva o consumismo.

quarta-feira, 1 de julho de 2009

Morangos com Açúcar part 3: The Aftermath

Entrámos no mundo da *inserir palavra horripilante* e voltámos... vivos... o simples facto merecia uma festa, no entanto ainda há trabalho a fazer:
Analisar as consequências deste festim de fungos e bactérias mortais no cérebro dos nossos jovens.
Eu francamente não sei o que pensar pois a série não faz nada de especial, apenas liberta a falta de personalidade e de senso crítico dos nossos jovens. Mostra as bestas que criámos com este ignóbil e inexorável sistema de "quero ser como aquele fulano que aparece na TV e ser aceite porque sou um burro do caralho e não sei impressionar as outras pessoas com a minha própria personalidade".
Este tipo de síndrome gera um sentimento de déja vu de cada vez que falo com um chavalo de 14/15 anos, muitos falam com os mesmos termos, as mesmas frases feitas, vestem a mesma roupa e andam atrás das mesmas gajas.
Quanto às gajas, bem aventurado seja aquele que se meta com aquelas que pareçam mais interessantes em vez daquelas com o melhor bujon e *inserir metáfora estúpida para mamas*.
Estou a dispersar, o que é facto, é que os Morangos com Açúcar são uma triste caricatura aos meninos ricos cheios de "problemas", o problema é que a caricatura saiu do ecrã. Imaginem toda a gente a comportar-se como nos Simpsons ou no South Park.
Indubitavelmente, as grandes marcas aproveitam este espetáculo deprimente para impingir aos nossos jovens os seus produtos transformando-os em robots.

É triste meus amigos.

Não tenho nada mais a dizer sobre este grande... gigante... titânico... epicamente... estupidamente grande... monte de merda.

Adeus, e até à próxima.

Stay tunned.

quinta-feira, 25 de junho de 2009

Conspiração?

Post retirado do blog "Ouro dos Doidos": http://pirites.blogspot.com

Eu gosto de estar informado. E calhou, por acaso, ver na TV o parlamento. Para quem perdeu a discussão sobre o azeite, digo-vos: perderam uma discussão espectacular.
Mas não é isso que quero falar hoje (a sério?)
Para quem não sabe, a PT vai comprar a Media Capital. Isto parece um negócio perfeitamente legal, e tal... MAS ESPERA AÍ! ISTO TRAZ ÁGUA NO BICO!
30% da PT pertencem ao Governo.
"Ok, tudo bem até aqui... Qual é o problema?"
A Media Capital detém a TVI, aquele canal que eu adoro profundamente.
"Não me parece haver... ah... NÃO PODE!"

É isso mesmo. Se ainda não chegaram lá eu digo-vos: o governo vai ficar com 30% da TVI. Agora, quem é que está (ainda) no Governo e odeia aquele canal pútrido? O Sócrates, pois é claro. O Governo vai comprar uma televisão? Então podem pensar "Isto é um atentado à liberdade de expressão". É sim senhor.
Mas por outro lado, se o governo fica com parte da TVI, muita coisa vai mudar lá. Talvez a mascote da estação saia e não a tenhamos de a ver nunca mais.

SAYONARA, MANUELA MOURA GUEDES!

Que notícias fantásticas para nós! Finalmente aquela boneca de porcelana pode sair da caixa mágica! Yay! Rejubilemos, pois pode ser a única vez que nos iremos ver livres dela!

Mudando agora de notícia, mas não de assunto...
Diz-se por aí... que o Sr. Director da TVI, José Eduardo Moniz, pode candidatar-se ao Benfica. Embora esta notícia já tenha sido afastada por ele mesmo, deixa-me um pouco curioso. Dava mesmo jeito agora ao Sócrates que ele saísse da TVi e fosse parar a outro lado, não dava? Mas pobre Benfica: tem de aguentar jogadores, treinadores, adeptos furiosos e ainda tem de aguentar com a raiva do Moniz e da sua boneca insuflável (entenda-se Manuela Moura Guedes).

É tão giro ver que o governo nos viola as liberdade, mas ao mesmo tempo liberta-nos das garras da TVI... não sei como me sentir, mas vou por um caminho...

VIVA!!!! ALL HAIL SÓCRATES!!!

quarta-feira, 24 de junho de 2009

Morangos com Açúcar part 2: The Apocalypse

Continuemos a jornada por esta horripilante novela.

Falemos de como ser bem sucedido no mundo alternativo dos M.C.A.

- Regra número 1, falem que nem um mongolóide, a sério, podem até dominar a arte da perifrasia, mas se querem ser bem sucedidos as conversas não podem passar de " Oi, tá-se?" "Vamos ao bar do Fred" "Vamos à praia" "Não prestas";

- Regra número 2, vistam umas calças semelhantes às de um sem abrigo, a diferença é que vão pagar 200€ para as ter. Não se preocupem, vai compensar;

- Regra número 3, façam escândalos, quantas mais intrigas fizerem melhor, não se importem se parecem uma velha da aldeia de Roberdões, no fim vão acabar por ser os "fixes";

- Regra número 4, arranjem uma gaja, mas atenção, tem de ter uns atributos físicos avantajados e cumprir as regras ditas acima. Quanto mais burra melhor;

- Regra número 5, oiçam música de merda, ouvir música POP da moda é a chave para a aceitação social. Em alternativa, funda a tua própria banda de merda;

- Regra número 6, o teu penteado tem de ser absolutamente ridículo mas ao mesmo da moda, este é um requisito essencial se fundarem uma banda;

- Regra número 7, esqueçam a originalidade, não façam, ouçam, vistam ou vejam algo que não está na moda, actuem como robots sedentos por consumismo, quanto mais agarrados ao sistema forem, melhor;

- Regra número 8, esqueçam todos os assuntos que não estejam relacionados com a arte de ser "fixe". Clonagem, aborto, a origem no Universo e a existência de Deus são tópicos a evitar durante uma conversa;

Parabéns se cumpriste as regras acima mencionadas não só és um completo idiota e candidato a ser excluído pela selecção natural como ainda podes entrar no lifestyle dos Morangos com Trampa.

Até ao próximo post ;)

quarta-feira, 17 de junho de 2009

Morangos com Açúcar part 1 : The Beginning

Meus amigos,
Vamos entrar no reino das trevas. No abominável mundo dos Horrores, no Palácio da bullshit televisiva. Onde está o Rei e Rainha do lixo televisivo nacional.
The ShitLord.
The Bullshit Mother.
Se ver uma telenovela da TVI era equivalente a por os tomates a arder em ácido Clorídrico, ver os * nome censurado * é como mergulhar o escroto em ácido nítrico a arder, enquanto se está pregado pelos pés e as mãos numa roda com um mecanismo que vai puxando os membros até rebentarem ao mesmo tempo que enfia dois pregos nos olhos à medida que a dor no escroto aumenta, e após toda esta dor colocar chumbo fundido nas feridas provocadas pelo estropiamento.
Sim esta descrição faz o Jack o Estripador ter pesadelos à noite, mas esta “série” é, enfim, faz-me lembrar as letras daquelas músicas de Black Metal.
“Oh Biolizard, mas o que te incomoda ao certo nos morangos co…”
PÁRA! PÁRA FILHO DA PUTA! NEM ACABES!
Ok, deixem-me acalmar…
*20 Minutos depois *

Muito bem, imaginem um mundo onde todos são ricos e andam com roupa de marca, tem casas com 20 quartos e 10 empregadas, andam numa escola onde tudo está pintado de fresco, novo, e as aulas exigem um esforço mental muito próximo de 0. Esses miúdos vivem bem melhor que a maioria da população portuguesa. Os pais dão-lhes tudo e mais alguma coisa.
Como se intitula esta geração?
Rebelde obviamente!
Porque ser rebelde é dar dinheiro às grandes marcas, e falar da mesma maneira que a moda.
Meus amigos, é este género de atitudes que permite que os jovens pensem que são “rebeldes” e do contra quando são apenas mais um búfalo na manada.

End of part 1